O Centro do Universo


E pensar que em meio a tantas constelações, buracos negros, estrelas, planetas, satélites, o centro do universo sou EU! Eu sou o que mais importa. Meus problemas são os piores. Minhas ideias são as mais brilhantes e eu, somente eu, tenho razão! Minhas dores são as mais profundas e mesmo dizendo que me importo com os outros, na verdade estou sempre tentando me curar, me ajudar, me perfazer. Sou egoísta, hipócrita, medíocre, soberba e cheia de vaidade. E mesmo quando falo em empatia, tem que ser sob meu ponto de vista. E é justamente aí que nossos universos começam a entrar em colapso... Quando eu tento entender o outro. Uso o meu umbigo, minhas experiencias, meu eu novamente, tentando entender os outros. Sempre digo: "o problema é que mensuramos os outros por nós"... Mas não poderia ser diferente. Somos parte de um todo, mas com histórias diferentes, mesmo sendo criados dentro de um mesmo lar. Percepções completamente alteradas por nossas experiências individuais, como as percebemos e como as sentimos. A ardil tarefa de demonstrar compaixão aproxima e destrói relações.

Houve um tempo em que mesmo sem saber o motivo, eu, meu jeito, minhas ideias e meu corpo foi motivo de desconforto. Ao longo dos anos, descobrindo quem eu sou, e pude trabalhar vários traumas. Hoje em dia posso entender outras pessoas que tem ou que atravessaram o mesmo problema, porém sempre sou interrompida com um "mas o que aconteceu comigo foi pior", ou com um "meu amigo passou por coisa muito mais complicada"... Voltamos ao início... Não podemos sentir o que o outro sentiu. Não estamos sob sua pele, sequer conhecemos seus amigos próximos ou sua família. O que pode ser devastador para você pode ser tratado com ironia e humor por mim. Cada perspectiva é única, assim como cada um de nós! A cada dia tento aprender melhor quem eu sou, minhas falhas, meus talentos... Creio que assim ficará mais fácil colocar mais alguém no centro do universo, que não eu! Consigo guardar e aguardar a hora certa para me expressar, para tentar ajudar e sempre me preocupo em não diminuir a experiência da outra pessoa, afinal compreendi que ela é o centro de seu próprio universo. Espero que seu universo, se expanda! Que nós consigamos alcançar o prana, a energia vital do universo. Respirando energia absoluta e expirando amor, luz e equilíbrio, conectando finalmente nossos universos. Namastê Axé Saravá Asè Amém Shalom Optchá Salve Om Shanti Alsalam Ealaykum ... Glau Santana / 2021

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon