Reflexos


Reflexos (Glau Santana) Em mais uma noite de busca por "tirinhas" que satirizam usando o bom humor a verdade, para postar em meu status, me deparei com uma frase: “no começo a mulher te trata como gostaria de ser tratada, com o passar do tempo ela te trata como você a está tratando”... Assim como um lutador tem reflexos rápidos por repetições de treinamento, ou o atleta melhora o tempo de resposta a cada dia, nos refletimos sentimentos. A adaptação faz parte de nossa evolução e sem isso não teríamos chegado tão longe. E simples assim, nos adaptamos e começamos a refletir. A situação hipotética começa a tomar forma quando colocamos o que vivemos dentro desse pensamento. Reflita: No começo os dois pareciam um. Agarrados para tudo!

E ELA começa a deixar seus interesses de lado e tenta aprender sobre o mundo DELE. Convive com os amigos, que começam a se tornar também amigos DELA. A rotina e o dia a dia aproxima tudo e todos... Profissão, familiares, locais preferidos e a sintonia parece acontecer naturalmente.

Depois de um tempo, sem nenhum motivo aparente, ELE se sente “sufocado”, como se não a houvesse convidado para fazer parte de sua vida.

“Os amigos são meus e não seus”... “Estão aqui por minha causa, pois eu os conheço a muito mais tempo”...

“Mulheres são todas iguais, reclamam demais, não tem nada que está bom ou que chega, por isso acabam sozinhas”...

Sem perceber, ELA deixou de ser quem era e virou a mistura de duas pessoas, mas e ELE?

ELE não... ELA fez questão de participar de tudo, conhecer todos, treinar todos os treinos, ir aos jogos, aos shows, apresentações, sabe o que ELE gosta, decorou suas frases, estudou seu estilo, fez questão de conhecer toda a sua história de vida, mas e ELE? ELE não... De cima de seu ego, ELE se acha inatingível e vai quebrando a relação que estava sendo construída. Ele não fez a menor questão de saber quem ELA é, apenas o que ELA pode fazer para ELE importa. ELE não percebe, não enxerga, que seu melhor investimento está prestes a ruir. As palavras e atitudes começam a fazê-la refletir. As longas conversas e gargalhadas, não são mais constantes.

Os passeios dois a dois foram engolidos pela rotina.

As massagens e carinhos que eram feitos e recebidos, passaram a ser cobrados e nunca devolvidos... Reflexões e mais reflexões... Assim como um espelho, ela reflete o que está a sua frente... ELA se torna mais dura, como se o copiasse, como se pudesse ser ELE. Os carinhos, massagens só passam a acontecer se forem ganhados em primeira mão. Como se houvesse um pagamento e ELA os daria apenas se primeiro os recebesse, tentando ficar quites, como se estivesse em busca de uma certa justiça.

ELA tenta ser como ELE, mas dói.

São atos pensados e sentimentos não deveriam ser tão racionalizados, pois deixam de existir, mas o impulso de refletir, é maior.

Readaptar e seguir em frente.

Normalmente nessa fase ELE acha que está tudo bem, pois não faz muita questão dos sentimentos. ELE precisa de alguém estável para ser a “mulher de sua vida”.

Meninos não podem ter mulheres, e ELAS deveriam saber disso.

ELA acaba se sentindo usada. A pessoa que limpa, que tem o dever de cuidar dos filhos, que ajuda a qualquer hora e momento, que deixou todos os seus planos individuais e mudou de “a minha vida” para a “nossa vida”. ELE segue egoísta e individualista, com apoio total da sociedade, se mantem igual, intocável, cheio de si...

Um dia ELA se olha e o reflexo no espelho é de outra pessoa.

ELA não se reconhece mais. E percebe que é hora de se adaptar e parar de refleti-lo.

Hora do reencontro com a melhor pessoa que ELA FOI, É e sempre SERÁ. Não desista de você. Chega de refletir e adaptar. É tempo de ser FELIZ!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon